PC Toy Story 3

09/07/2010

"Toy Story 3: The Game pode não ser tão bom quanto o "Toy Story 3" dos cinemas, mas, para um jogo licenciado, faz bonito. A Disney Interactive tomou controle dos games inspirados em produtos de seu estúdio, antes explorados pela Activision e THQ, para criar algo além de caça-níqueis de luxo. Ótima iniciativa que rendeu um jogo competente, repleto de itens colecionáveis e missões variadas para manter o jogador (mais jovem) vidrado no monitor.


O game é dividido em dois modos, o de história e o chamado Toy Box, que podem ser selecionados em um tabuleiro que serve como menu. O modo de história é bem tradicional e se inspira em trechos do filme, com várias liberdades.

O esquema é de plataforma tradicional com toques estratégicos vistos em similares da linha "LEGO" ou no anterior "Up!", em que é preciso trocar de personagem a qualquer momento do jogo para resolver problemas - o astronauta Buzz, por exemplo, pode lançar seus companheiros para alcançar locais de difícil acesso, enquanto a vaqueira Jessie é mais ágil e esguia para explorar lugares que os outros não conseguem.

Ali o jogo não apresenta nenhum momento bombástico, mas dá conta do recado. Há muitos itens para recolher e boa variedade de cenários, desafios e mecânicas. Só é preciso tomar cuidado com os controles, pois parecem sensíveis demais e causam muitas mortes involuntárias, especialmente quando é preciso andar por passagens estreitas.

O outro modo, o Toybox, aparece bem mais interessante e compensa a engessada fórmula da campanha ao exibir um mundo aberto, bem ao estilo "Grand Theft Auto". Lá o jogador é apresentado a uma grande cidade repleta de personagens que dão missões e recompensas. É preciso juntar vacas, procurar tesouros escondidos, pintar casas e muito mais.Há sempre muitas coisas a fazer e a customizar, como as fachadas dos prédios e novas construções. Pelos cenários também ficam espalhados vários itens secretos e ainda é possível comprar novos personagens, montarias e outros objetos. É o paraíso do colecionador fanático, com suporte para dois jogadores.

A apresentação segue o bom padrão do pacote, com elementos tirados diretamente do filme. A canção "You've Got a Friend in Me", de Randy Newman, oficial da série, está presente, assim como efeitos sonoros e todos os personagens, com mesmo design. Só faltaram mesmo as vozes originais. A performance dos gráficos é boa, sem grandes problemas, além de eventuais quedas na taxa de animação, o que chega a ser compreensível diante de alguns cenários vastos e lotados de itens e personagens.
Considerações.
"Toy Story 3: The Game" é uma boa surpresa, um jogo licenciado que vai além do burocrático, com produção de primeira e vasto conteúdo. O modo de campanha não tem momentos de grande genialidade, mas é eficaz no que se propõe e tem boa duração. O jogo cresce no outro modo, o Toy Box, que revela um vasto mundo repleto de missões, itens e detalhes que deixarão os fãs da série colados na cadeira. Ótimo jogo para jogadores mais jovens, ainda que às vezes o inglês apareça como barreira para cumprimento das tarefas mais complexas.